domingo, setembro 02, 2007

Extreme Xures/Geres 2007

Sexta-feira, 31.08.2007

Por volta das 14h, eu, o Trips e o Bijagóz, os únicos Vacas Velhas a estarem presentes em tão EXTREMO evento, saímos de Lisboa em direcção à Pousada da Caniçada! Chegados à Pousada, sem dobresaltos, resolvemos antecipar as tarefas burocráticas da prova e dirigimo-nos de imediato ao local onde se encontrava o secretariado da prova para levantarmos os dorsais... A estrada da Pousada até lá era EXTREMAMENTE sinuosa e demorada... apesar da curta distância!! Chegámos finalmente ao local onde se iria dar lugar ao EXTREMO evento. O Secretariado estava bem sinalizado e o atendimento EXTREMAMENTE simpático. Após entrega do comprovativo do pagamento da inscrição levantámos os dorsais e o chip que iria controlar o nosso tempo. Aconselhados pelo Director da prova, que foi EXTREMAMENTE simpático e solícito, jantámos EXTREMAMENTE bem no restaurante do Hotel Lusitano. De regresso à Pousada, aconteceu um episódio EXTREMAMENTE caricato, o Sr. da recepção, o Xôr Costa, fez-me sair da cama onde já dormia, para vir fazer o check out antecipado, sob o pretexto de irmos sair muito cedo de manhã e de adiantarmos assim as coisas...
Na manhã seguinte, depois do pequeno-almoço tomado na sala da Pousada, com um cenário EXTREMAMENTE belo... o sol a raiar sob os montes e serras próximos, fizemo-nos à estrada. Chegados ao local de partida, com tempo de sobra, estacionámos o carro no parque da Guardia Civil e dirigimo-nos para a partida, após um pequeno aquecimento e alguns alongamentos... o pessoal, esse foi chegando, tendo-se formado um aglomerado de participantes com nós o 3 a encabeçarmos o pelotão de partida. Após um curto briefing com avisos para a dureza dos primeiros 60kms (e últimos para nós...), deu-se inicio à partida. Arrancámos na frente e a moral estava EXTREMAMENTE alta. O Bijagoz, numa primeira descida de alcatrão, quando entrou em terra ultrapassou-me em derrapagem EXTREMAMENTE controlada. Estava dado o sinal de que os Vacas Velhas estavam ali para mostrar serviço!!! Mas, digamos que foi Sol de pouca dura... de seguida entrámos na primeira subida EXTREMA da prova... foram mais de 50min. a subir... uma subida EXTREMAMENTE longa e por vezes EXTREMAMENTE acentuada e outras ainda EXTREMAMENTE técnica... Fruto das últimas noticías do falecimento de um jogador de futebol em Espanha, optei por activar o alarme do cardio-frequencímetro cada vez que atingia o máximo de BPM aconselhável para um jovem da minha idade... o que não foi dificíl de atingir nesta subida, tendo perdido o Trips para a frente e o Bijagoz para trás... digamos que os Vacas ficaram tresmalhados... eheh!! Depois desta EXTREMAMENTE longa subida, houve lugar a uma breve descida, com passagem por algumas localidades com moradores EXTREMAMENTE simpáticos e que nos gritavam "Ânimo! Ânimo!" para de novo voltarmos a uma subida EXTREMAMENTE inclinada em alcatrão e atingirmos o 1º abastecimento por volta do km 25. Pensava econtrar lá o Trips, mas tal não aconteceu. Comi duas barritas de chocolate, bebi uma garrafa de àgua de 75ml, enchi novamente o Camel Back e fiz-me de novo à estrada. O inicio desta 2ª fase começou por descer quase nada para logo vir mais uma daquelas subidas EXTREMAS. E curiosamente, a cada gancho para a direita, uma nova, EXTREMA e mais inclinada subida se abria diante dos meus olhos... sendo que já me sentia EXTREMAMENTE cansado. O Sol, esse também não dava tréguas... Pelo caminho, quando desmontava, dava para desfrutar de algumas paisagens EXTREMAMENTE belas, que sempre me ajudavam a ganhar algum ânimo... Houve ainda a passagem por uma barragem, que fiz na companhia de uns ciclistas do Boavista, que eram EXTREMAMENTE bem dispostos! Depois disso, antes do km40, deu-se inicio a mais uma subida EXTREMA, que terminou no lugar mais EXTREMO e alto da prova, passámos os 1.070m... É obra!!! Mas como tudo o que sobe, desce, iniciou-se aí uma descida EXTREMAMENTE bem vinda... não fosse a mesma EXTREMAMENTE perigosa!!! Aliado ao EXTREMO declive, havia ainda EXTREMA falta de aderência (podia ser dos meus pneus...) e seguindo o serpentear da mesma encosta abaixo, havia imensa pedra solta... numa dessas curvas com pedra solta, ZÁS!! fui ao tapete!! Acabei por ficar com a bela pernoca assim pró raspado, foi uma espécie de esfoliação, só que com pedras maiores e deixou ferida!! eheh!! Mas a maior de todas a feridas foi na alma. Os níveis de confiança diminuiram EXTREMAMENTE, especialmente porque cerca de 100mts depois do meu tralho, um outro companheiro tinha caído ribanceira abaixo e estava com um lenho no joelho que deixava ver parte do osso... EXTREMAMENTE arrepiante!! Daí para a frente devo ter queimado tanto travão como no ano e meio que tenho a bicicleta... Dassse! É que nem nas descidas um gajo podia relaxar da EXTREMIDADE da coisa!!! Mas ainda havia pior para vir... Mais umas subidas feitas, que nesta altura devido ao EXTREMO cansaço me pareciam EXTREMAS, e eis nova EXTREMIZAÇÃO... uma descida, em jeito de single track, feita sobre calhaus do tamanho de bolas de futebol... alguns do tamanho de bolas de basket! Ora isto depois de um gajo se ter mandado pró chão, não vinha mesmo nada a calhar... de modo que, na dúvida, quando a bike abanava, eu tremia, e vá de desmontar... parece que o único que curtiu mesmo largo esta secção foi o Bijagoz, que literalmente diz que voou sobre as cabronas das pedras!! Depois disto, como se não bastasse, havia ainda que fazer uma subida que aqui e ali tinha pedras do mesmo tamanho... ora aquilo mais parecia uma prova de trial... bom, lá fui andando com a minha companheira ao meu lado e pensando no bem que os meus primos tinham feito em ficar refastelados no sofá a ouvir as explicações do sr. dos alarmes, na Sofia que já devia estar à espera de noticias minhas, no Aguiar que já devia de ter passado por ali e se também tinha sofrido como eu estava a sofrer, no Bijagoz que vinha mais a trás e se também ele iria sofrer o que eu estava a sofrer, enfim ía pensando com os meu botões... Passada esta secção EXTREMA, ouve depois lugar a um pequeno intervalo a que me impus. Desmontei-me numa sombra, perto de uma fonte que corria de dentro de uma arvore. Comi uma barrita que levava comigo, lavei a ferida nessa fonte, onde enchi também o camel back e molhei a cabeça, para esfriar os pensamentos!! E segui, junto com mais um companheiro de ocasião... fomos rolando até chegar a nova descida e eu cravar as unhas nos travões, no fosse o diabo tece-las outra vez!! tendo-o apanhado em mais uma subida EXTREMA em alcatrão, onde passados alguns aglomerados de casas cheguei ao segundo, e último (para mim), abastecimento!!! Sabia que agora faltavam apenas cerca de 2km para terminar este sofrimento EXTREMO. Comi novamente uma barrita, bebi um àgua... e apressei-me a fazer-me à chegada, onde já me esperava o Trips a fazer alongamentos!!! Grande Trips, ou perna fina para os amigos, mais uma vez revelou estar à altura dos acontecimentos... Depois, foi só esperar pelo Bijagoz. Para finalizar, dirigirmo-nos a uma praia fluvial cheia de gente a tomar banho, onde nós em calções de ciclismo tomámos um banho muito refrescante, diria mesmo EXTREMAMETE frio... só faltou levarmos o sabonte para termos a colónia toda a desatinar connosco... eheheh!! Antes do regresso, passagem pela Cruz Roja para desinfectar os meus arranhões e um bocadillo com duas Colas para viagem...
Esta prova fica EXTREMAMENTE longe! foi EXTREMAMENTE dura! com algumas paisagens EXTREMAMENTE belas! com subidas EXTREMAMENTE longas e inclinadas! com descidas EXTREMAMENTE técnicas e declinadas! E foi assim, em suma, o resumo de 5h e 30min de EXTREMA dureza e sacrificio!

Nota: As fotos e videos capturados pelo reporter de serviço aos Vacas Velhas, impossibilitando-o assim de lutar por um lugar no pódio, o Bijagoz, serão publicadas oportunamente...

5 Comments:

At 08:54, Blogger Luis Tripas said...

Amigo e companheiro,
Excelente discrição da Extreme Gerês. Só uma correcção, estivemos os três mais do que altura deste evento. Só nós para fazer o que fizemos.
Vou para reunião. Lá para quarta ou quinta feira posto o meu comentário a este evento extreme.
Grande abraço
Trips

 
At 09:49, Blogger Adriano said...

Ah granda primão, é assim mesmo. Parabéns aos três pela finalização de tão extrema prova.
Abraço a todos.

 
At 10:06, Blogger EL MOUREX said...

Para além de uma prova EXTREMAMENTE bem conduzida, o meu primo Jakas está a escrever EXTREMAMENTE bem! Parabens pelos resultados obtidos e pela qualidade da prosa. Deu para viajar um bocadinho...!
Dizes bem; tenho pena de não ter ido - por razões de ordem pessoal - mas confesso que se tivesse ido iria sofrer horrores. Acredito que não estava preparado nem fisica nem psicológicamente para este desafio EXTREMO! Por isso, a vacaria não podía estar melhor representada... Muuuuuuuuuuu!!!!!!

E as jerseys das vacas? Causaram furor entre a manada?!

 
At 10:21, Anonymous Anónimo said...

Armstrong said:

Ganharam a prova com subidas ENORMES!!!!! Bem não ganharam mas podiam ter ganho, se não fosse o detector... (de cansaço)

Amigos os meus parabens pela excelente prestação na mais dura prova até agora conhecida, vcs são grandes!!!

Excelente descrição da jornada pelo jakas, amigo afiguras-te cada vez mais com um verdadeiro reporter, tanto de escrita como de imagem, esta já antes revelada nos videos que montaste!!!!! PARABENS!!!

VIVA os VVMBT!!!!!!!!

 
At 11:23, Blogger Mar Max said...

Valeu malta do pedal, os meus PARABÉNS a todos, são os maiores,
Isso é que é deixar o suor em "campo", e ter amor á camisola,
GRANDES, 1 ABRAÇOS
E PARABÉNS
MM

 

Enviar um comentário

<< Home

Frankie Goes to Hollywood - Welcome To The Pleasure Dome

É Sempre a curtir...